Resenha ''O milagre da cela 7''

18.4.20


Sem dúvida ''O milagre da cela 7'' é um dos filmes mais lindos e emocionantes que já assisti na minha vida. E hoje vim aqui falar um pouco mais sobre ele e seus ensinamentos. 


No início do mês a Netflix colocou em seu catálogo o filme turco ''O milagre da cela 7'', lançado em 2019, um drama comovente e que está entre o top 10 dos filmes mais assistidos da plataforma. 

Baseado no filme coreano de 2013 "Miracle in Cell No. 7", conta a história de Memo, um pai com doença mental, que foi injustamente acusado de assassinato, e sua adorável filha de seis anos. 


Ao contrário de sua versão original, que se encaixava em um gênero de drama e comédia, o filme turco se baseia mais no lado emocional do que em risadas, gerando lágrimas a grande maioria das pessoas que assiste. (inclusive posso dizer que chorei praticamente do início ao fim)

ALERTA DE SPOILER

Mas vamos lá, Memo vive em um pequeno vilarejo, juntamente com sua avó, Fatma, e sua filha Ova. Ele possui um rebanho de ovelhas e um certo dia, quando ia levando suas ovelhas encontrou um grupo de crianças brincando. 


Uma das crianças ficou brincando com Memo, só que ela caiu de um precipício, vindo a falecer. Memo tentou salvá-la, indo buscá-la no mar, mas já era tarde. A pequena era filha do coronel da cidade e quando ele viu que sua filha estava morta, imediatamente prendeu Memo, acusando-o de matá-la. 

Preso, Memo é torturado, e com problemas mentais, não entende o que está acontecendo, só deseja voltar para casa, coisa que obviamente não acontece, pois o Coronel o quer ver morto. 


Indo parar na cela 7, ao longo dos dias, os presos vão descobrindo quem Memo realmente é, criando afeição por ele e começando a entendê-lo e vendo que ele é inocente do ocorrido. Mas para inocentá-lo eles terão que ''bater'' de frente com a lei, tarefa nada fácil.

Comovente, repleto de amor e fé, O milagre da cela 7 se tornou um grande sucesso pois nos mostra o quanto mesmo tudo estar parecendo perdido, sempre vai haver uma solução, uma luz. Quando semeamos o bem, o bem volta para nós. Nem sempre tudo será fácil e leve. É preciso saber superar as dores, as angústias, os medos, e buscar sempre a melhor solução, a melhor opção para tudo. 

Você já viu o filme?
Se ainda não viu, aproveita o sabadão e bora assistir. Mas ah, se prepara pra chorar hein hahahaha


Um comentário:

  1. Minha mãe e meu namorado me falaram desse filme é disseram que é incrível porém a trama é bem triste, apesar de ter um final feliz. Sim, me contaram toda a história do filme, do início ao fim hehe Ainda estou na dúvida se assisto ou não, porque apesar de parecer bom, tenho medo de me sentir agoniada com a história e as cenas.
    Adorei sua resenha.
    Beijos!

    itskimby.com

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para comentar.
Críticas, sugestões e elogios são bem-vindos, pois ajudam a tornar o blog melhor.

Maiores informações entre em contato pelo e-mail contatoblogdup@gmail.com

DIÁRIO DE UM UNIVERSO PARALELO
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL